segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Uma semana na Toscana


Preparei um roteiro maravilhoso sobre a Toscana!!

A Toscana é uma das mais lindas regiões da Itália. Sua capital nada mais é do que Florença. Foi berço do espírito renascentista e onde as transformações no pensamento e na cultura atingiram uma enorme expressão. Nos século XII e XIII, Florença inicia uma era de prosperidade, mas foi sobretudo nos séculos XV e XVI e, particularmente, durante o período dos Médicis, que a terra toscana se tornou palco de um dos períodos mais luminosos e inventivos da história da humanidade.


Primeiro Dia

Sair de S Paulo, com escala em Roma seguindo direto para Florença. Hospedar-se no Hotel Lungarno que é ótimo, com uma linda vista para o Arno e para a Ponte Vecchio vale a pena. Sair a pé pela cidade é uma delícia! Um dos mais belos passeios é ir ao Jardim de Boboli, (aberto ao público em 1766, foi projetado para os Medici), onde há também dois lindos Museus! (Museu da Prataria e Museu dos Coches). 

Jardim de Boboli 


O Jardim de Boboli é ao lado do Palazzo Pitti, construído pelo banqueiro Luca Pitti para disputar com o poder e a fortuna da família Medici. Por ironia, os Medici acabaram comprando o Palazzo Pitti dos herdeiros, que, com os custos da obra estavam a beira da falência. Em 1550 esse palácio se tornou a residência principal dos Medici. O Palazzo Pitti tem obras de imenso valor para a humanidade, hoje considerado patrimônio mundial pela UNESCO, é uma visita imperdível!! Dá para sentir a importância dos Medicis visitando Florença. 

Palazzo Pitti 


Antes de continuar a visita, tomar um café expresso que ninguém é de ferro.

Sugiro visitar o Hotel Continental que também é do Ferragamo. Fica numa torre quadrada antiga, é incrivel! Por dentro, é moderníssimo. Depois, vale ir ao outro hotel do Ferragamo, o Gallery Art que também é lindo! Em Florença, existem quatro hotéis Ferragamo: Villa Rose, Continentale, Gallery Art e Lungarno, além do Lungarno Suites e Lungarno Apartments.

Vista de Florença do Hotel Continentale - Ferragamo 

Jantar no restaurante Il Santo Bevitore é bem simples, mas comida muito boa, fica atrás do hotel e dá para ir a pé.


Segundo Dia

Ir a Galeria Uffizi (comprar ingresso bem antes e com hora marcada, evita filas). Para ver tudo com calma, reserve, no mínimo, três horas, é uma maravilha que precisa ser cultuada.

Galeria Ufizzi 


Imperdível é almoçar no restaurante Antinori, dentro do Palazzi Antinori, muito bonito, acompanhado de um excelente vinho do proprietário do Palazzo, o Marquês de Antinori.

Depois do almoço, ver as vitrines das lojas da Via Tuornaboni, a mais chique da cidade. Siga a pé até a Capela Médici, mas antes pare na igreja de Santa Maria Novella para o mais importante, ver a famosa Santíssima Trindade e o Cristo de Masaccio. Continuar a pé até Borgo S. Lorenzo e igreja – linda e a Capela Medici. Ir a pé até a Igreja della Croce – maravilhosa por fora. Piazza S. Lorenzo – igreja, borgo, dá para fazer tudo a pé.

Cristo e a Santíssima Trindade de Masaccio 


Jantar no restaurante Cibreo. Ambiente muito simpático, amplo menu com os diversos pratos característicos da região. Reserve antes.


Terceiro Dia

Praça del Duomo, é o coração do centro histórico de Firenzi: Batistério de San Giovanni, Catedral Santa Maria Del Fiore, Campanário de Giotto, é impressionante pela beleza de tirar o fôlego! Não deixe de ver a Pietá de Michelangelo no museu do Duomo, uma benção!!! Comer um sanduíche perto da Ponte Vecchio e não esqueça de ver as bolsas na rua com os senegaleses, são cópias interessantes!

Praça Del Duomo – Catedral Sta. Maria del Fiore e
Campanário de Giotto 

Ponte Vecchio 


Depois de tudo isso, despedir-se de Florença com belas lembranças e alugar um carro. Sem dúvida, é a melhor pedida.

Pegar a auto estrada del Sole para ir para Locanda dell’Amorosa, que fica a menos de 1 km da cidade de Sinalunga. (100km). O hotel é bárbaro! Dar uma volta a pé em volta dele, que é um antigo burgo do ano 1300, com uma igreja muito bonita e um poço no centro. Os quartos são enormes com sala, muito bem decorados, e uma linda vista para o campo. É um lugar bem agrícola, com muitas plantações de vinho e de cereais, tratores arando a terra.

Locanda dell'Amorosa – Sinalunga 

Jantar no restaurante do hotel, muito bom.


Quarto Dia

Ir para Arezzo (42,2km de Sinalunga) onde se conservam, na igreja de São Francisco, admiráveis frescos de Piero della Francesca, não deixe de admirar “La Legenda de la vera Crocce”.

Arezzo – Piazza Grande 


Almoçar um sanduíche na praça é muito simpático.

Ir de lá para Cortona (30 km) que é uma cidade Etrusca, em cima do morro, com uma vista maravilhosa para o vale de Chiana! Voltar para a Locanda (Cortona/Sinalunga 28 km) e descansar um pouco antes de ir jantar no Walter Redaelli (8 km), muito bom. Fica no Relais La Leopoldina, um bed and breakfast. Foi escolhido pela revista Condé Nast Traveller como um dos melhores restaurantes ao ar livre da Toscana.

Cortona 


Quinto Dia

Ir para Montepulciano (25 km) uma cidade medieval muito bonita, cheia de ruelas com lojas de vinho para provar e com palácios de arquitetura renascentista florentina. Fica bem em cima da montanha, toda murada. Apesar de ser uma pequena cidade, Montepulciano é visitada anualmente por milhares de pessoas, por causa de seu famoso vinho (Vinho Nobile de Montepulciano, considerado um vinho médio, entre o Chianti Classico e o Brunello di Montalcino). A cidade é toda cercada por vinícolas.

Montepulciano 


Almoçar no restaurante La Grotta, perto da Igreja San Biagio, fora dos muros da cidade. Peça para sentar fora que é mais agradável. Considerado o terceiro restaurante da cidade.

De lá seguir para Pienza (13,5 km), outra cidade bem no topo da montanha, ruinhas, igreja linda, tomamos um café, passamos pela chiesa Sta. Ana, onde filmaram o paciente inglês, vista maravilhosa. Pienza é o esboço de uma cidade renascentista encomendada em 1459 pelo Papa Pio II ao arquiteto Bernardo Rosselino. A estrada é linda, curvas, sobe e desce vista linda sobre o campo, plantações, ovelhas. De lá para a Locanda dell’Amorosa apenas 20 km.

Pienza 


Jantar no restaurante La Bandita, perto da Locanda del Amorosa (22km). Antiga casa colonial de 1800, existe desde 1975, considerado um dos bons restaurantes de comida toscana.


Sexto Dia

Ir para Siena (40 km). Erguida como colônia romana por César com o nome de Sena Iulia, no I a.C., no lugar de um antigo povoado etrusco, foi conquistada após um longo assédio (1554-55) de Cosimo I de Medici e englobada no granducado da Toscana. É obrigatório parar fora dos muros da cidade e entrar a pé. É linda! Piazza del Campo, uma praça linda, enorme, cheia de gente.

Siena – Piazza Del Campo 


Almoçar no restaurante da praça, depois andar por tudo a pé.

Catedral linda, com a sua fachada decorada em mármore de várias cores, vista de tirar o fôlego para o vale. A subida ao topo da Torre del Mangia, a segunda mais alta da Itália, é uma das visitas obrigatórias em Siena. Igualmente indispensável são as pinturas da Escola de Siena. No Palazzo Pubblico, na sala do Mappamondo, veja a famosa «Maestá» de Simone Martini; a capela conserva afrescos de Taddeo di Bartolo. Além da Pinacoteca, a escultura de Jacopo della Quercia, merece demorada visita.

De lá esticar até San Gimignano (44 km) com as suas catorze torres medievais (e seu precioso vinho branco, o Vernaccia). Foi lá que foi rodado o delicioso filme de Zefirelli (1999), “Chá com Mussolini”, uma quase autobiografia contando a história de um menino italiano educado por uma bondosa senhora inglesa e suas amigas. De San Gimignano à Sinalunga 87 km e até a Locanda 90 km.

Jantar no hotel para um bom descanso merecido!!

San Gimignano 


Sétimo Dia

Sair da Locanda com calma pela manhã e ir até Orvieto (80 km), cidade da arte, para almoçar e conhecer um pouco essa parte da Umbria. Orvieto é uma pequena cidade milenar, que já foi etrusca, romana, e também já pertenceu ao Vaticano. Tem 20 mil habitantes e está encarapitada em uma elevação escarpada de rocha sedimentar. Fica na Umbria a meio caminho entre Florença e Roma.

Orvieto 


O grande destaque de Orvieto é a sua Catedral românico-gótica com fachada de baixos relevos do século 14 e afrescos de Signorelli no seu interior. De lá ir para Fiumicino (153 km) pegar o avião para São Paulo.

Para finalizar uma passagem da Divina Comédia do grande escritor florentino, Dante Alighieri:

A meio do caminho desta vida achei-me a errar por uma selva escura, longe da boa via, então perdida.

Ah! Mostrar qual a vi é empresa dura, essa selva selvagem, densa e forte, que ao relembrá-la a mente se tortura!

Ela era amarga, quase como a morte! Para falar do bem que ali achei, de outras coisas direi, de vária sorte, que se passaram.

Como entrei, não sei; era cheio de sono àquele instante, em que da estrada real me desviei.

“O Tempo passa e o homem não percebe.”


Boa Viagem!!



Serviço
:



Hotel Lungarno
Borgo San Jacopo, 14
50125 Florença, Itália
Tel: +39 055 27261


Il Santo Bevitore
Via Santo Spirito 66 r,
Florença, Itália
Tel: +39 055 211264


Galeria Uffizi
Piazzale degli Uffizi 6
50122 Florença, Itália
Tel: +39 055 238 8651


Continentale Hotel
Vicolo dell'Oro 6r,
50123 Florença, Itália
Tel: +39 055 27262


Gallery Hotel Art
Vicolo dell’Oro, 5
50123 Florença, Itália
Tel: +39 055 27263


Palazzo Antinori (Cantinetta)
Piazza degli Antinori, 3
50123 Florença, Itália
Tel: +39 055292234


Cibréo Ristorante
Via del Verrocchio, 8r
Florença. Itália
Tel: +39 055 234 11 00


Locanda dell'Amorosa Hotel
Località l'Amorosa, 53048
Sinalunga , Siena, Itália
Tel: +39 0577 677211


Restaurante Walter Redaelli
Via XXI de Aprile, 10
53040 Bettole, Siena, Itália
Tel: +39 0577 623447



Colaboradora: Virginia Figliolini Schreuders

16 comentários:

Anônimo disse...

Oi!
que excelente texto! é uma viagem dos sonhos que faremos, uma amiga e eu, em breve, e no sentido inverso - San Gimignano - Siena - Pienza - Montepulciano - Arezzo.
E que fotos, hein?! Bárbaras!
Grazie mille!
Aniella

Miriam disse...

Que vontade de viajar!
Parece o máximo!
Bjs
Miriam

Maria Lucia S disse...

Oi Yeda.
Amei de montão seu roteiro. Perfeito para nós q vamos por 11 dias. Temos um casamento de famiglia. E com certeza aquela semana só para curtir. Ja fizemos a reserva em Locanda DellAmorosa.meu marido amou o Hotel. De lá vamos fazer os passeios.
Obrigado mesmo pela SUPER dica.
Beijo grande
M.Lucia

Iracema disse...

Querida Yeda
Que maravilha ! Já faz tempo que fui para lá Está na hora de voltar e rever estes lugares mágicos
Beijos Cema

Ana Maria P.G. disse...

Oi, Yeda,
Que lindo artigo. Sabe que sou descendente de Toscanos dos 2 lados: meu pai nasceu la, em Lucca e a familia de minha mãe, por parte de pai era de la também; aliás, eles eram primos....
Estivemos na Locanda, lindo lugar.
Você já esteve em Lucca? é rodeada por muralhas, um lugar super interessante.
Um beijo

Ana Maria P. G.

Maria Clara disse...

Eu amo seus roteiros!!!!!!!!!!!!!!!

Bebel disse...

Amei. Beijos bebel

Mirian M disse...

OBA, adorei!
vou incluir vrs dicas no meu roteiro!!!
bjs
Mirian

Celia F disse...

OPi Yeda:
Super obrigada. Adorei a materia sobre a Toscana. Vai ser super util.
Um beijo, Celia

carro disse...

Ola,a italia e maravilhosa e realmente estamos pensansdo em morar naquele pais, Edson,Egle,andrea e simone.

GONZALEZ disse...

Edson disse... estivemos na italia e realmente e um pais maravilhoso, ainda nao sabemos qual a cidade , mas que vamos nos vamos, edson,egle,andrea e simone.

Anônimo disse...

Adorei o texto e as imagens. Foi muito instrutivo. Um dia realizarei o meu sonho de conhecer a Toscana. Gratíssima.Sandra

Anônimo disse...

Realmente está um excelente relato. Já conhecemos um pouco a Toscana e a Umbria, mas você nos apresentou novas possibilidades. Estamos fazendo mais pesquisas (estaremos lá dentro de um mês). Precisamos saber se podemos chegar a Pienza e Montepulciano de trem. Rachel & Ivan

Grasiela - Adoro Lilás disse...

Belissimo post.....preciso conhecer a Italia em especial a Toscana..

bjo
Grasi
adoroolilas.blogspot.com

Anônimo disse...

realmente foi a melhor viagem que fiz.

Vania Bandelli disse...

Querida Yeda,

Viajamos 2 semanas de Veneza a Roma passando a maior parte do tempo na Toscana e aproveitamos muito as suas dicas. nao teriamos visto a Fonte Gaia de Jacopo de la Quercia se nao fosse a sua dica. As suas sugestoes sao sempre otimas, alem da parte cultural fomos a varios dos restaurantes indicados e adoramos. Beijao, Vania & Andre