terça-feira, 24 de maio de 2011

Continuando nossa viagem de carro pela Europa

01/01/2011


Continuando a viagem de carro pela Europa, através do diário do leitor Claudinei Quaresma, essa semana vamos visitar Bruxelas.


310 km entre Paris e Bruxelas, 3h10 minutos de estrada.

Estrada perfeita! Aproveito e respondo algumas dúvidas sobre fronteiras entre os países da Europa, o policiamento e os pedágios. Deixei para fazer esse comentário depois da travessia da primeira fronteira França com Bélgica. Na maioria dos Países europeus, não existem postos de fronteira de entrada e saída; você sabe que está trocando de País, porque há uma placa simples indicando que entrou em outro País. Isto é possível graças ao Tratado de Schengen, que permite a livre circulação de pessoas entre os países europeus, que assinaram esse acordo. Alguns países que visitei fazem parte do acordo, como a Bélgica e a França. Quando não fizerem parte do tratado, lembrarei de avisá-los.

Policiamento
Diferentemente do Brasil não existe policia rodoviária, observei somente policiamento de polícias militares de cidades próximas. Uso sempre o critério: respeite as regras da estrada e ninguém vai perturbar sua viagem.

Pedágio
São inúmeros tipos de guichês e possuem funções diversas. Reconhecer os guichês destinados aos carros é relativamente fácil. Em seguida é necessário escolher o guichê de acordo com a forma de pagamento: cartão de crédito, passes especiais ou pagamento em dinheiro. Os símbolos são visíveis também. Escolham sempre um símbolo reconhecível de cartão de crédito (bandeira mastercard e visa são mais usadas por Brasileiros), senão podem cair em filas para aqueles que possuem passes especiais como o Via fácil do Brasil.Para aqueles que escolhem pagar em dinheiro, é interessante saber, que irão encontrar as modalidades abaixo:– guichê com um atendente e uma pequena tela perto da janela do guichê, informando o preço do pedágio a ser pago;– um cesto dentro do qual as pessoas jogam as moedas (geralmente automatizado e usado em pedágios baratos). Nesta hora é melhor ter o valor correto preparado nas mãos. Os carros passam lentamente, quase sem parar, você não vai querer passar esta vergonha de parar o trânsito... rs– em alguns países você receberá na entrada da auto-estrada um ticket no guichê do pedágio e pagará pelos kms rodados quando sair da mesma. (Pedágio honesto, você pagará pelos kms. que usou da estrada, diferentemente do Brasil).
Vamos ao roteiro:LeuvenFicamos hospedados em Leuven (Cidade da Cerveja Stella Artois) também para conhecer a cervejaria Stella Artois, mas como era dia 1º de janeiro, estava fechada. Assim mesmo degustamos o chopp em bares da cidade, muito bom...


   Cervejaria Stella Artois


  Prefeitura Leuven

Bruxelas
Então fomos conhecer Bruxelas, a 30km de Leuven.Bruxelas... Hum adorei esta cidade! Dirigir em Bruxelas é como dirigir em Paris, sem os problemas de lá, estacionar é muito fácil.

Manneken-Pis Fountain 
Saindo da Grand Place pela Rue de L'Étuve Stoof siga até a esquina com a Rue du Chêne Eikstraat para achar o Manneken-Pis Fountain, o garoto mijão mais famoso do mundo. Essa pequena estátua de bronze, de 1.619, roubada (várias vezes), destruída e reconstruída, de um menino fazendo xixi é, de fato, o símbolo de Bruxelas. Existem várias lendas a seu respeito. Uma diz que um pai carregava seu filho numa cesta de frutas e o colocou sobre uma árvore quando foi chamado a participar de uma batalha próxima de onde ele estava. O menino começou a mijar nos inimigos, assustando-os e fazendo papai e os aliados vitoriosos. Outra, conta a história de um garotinho que apagou uma bomba fazendo ingenuamente o seu pipi. Uma terceira fala de um prefeito que prometeu construir uma estátua na posição em que seu filho perdido fosse encontrado; e por aí vai... Se você tiver sorte, poderá ver o menino arrumado com uma de suas diferentes roupas. Sim, é verdade, ele tem um guarda-roupa maior que o seu, sendo vestido, conforme a ocasião, de samurai a Papai Noel ou dançarino da Geórgia.



 Manekin Pis
  

Algumas ruas de Bruxelas


 Avenida centro Bruxelas
  

 Rua de Pedestres
  

 Rua do centro velho de Bruxelas
  

Cathédrale St Michel et Ste Gudule
Catedral de Bruxelas foi erguida no século IX em homenagem a São Michel, no centro de Bruxelas. Dois séculos mais tarde, as relíquias de Santa Gudule foram transladadas ao templo e seu nome, modificado. O que se poder ver agora, em realidade, data do século XII, quando foi reconstruída. Foram necessários 300 anos para o fim das obras.


Vista da Catedral de Bruxelas
   

Grand-Place
A Grand-Place de Bruxelas (flamengo: Grote Markt; português: Praça Grande) é a praça central de Bruxelas. Nela ficam alguns dos edifícios públicos mais importantes de Bruxelas: a Prefeitura, ou Hôtel de Ville, do século 15 e quase da mesma época, a Casa do Rei, ou “Maison du Roi”. Alguns autores, entre os quais Victor Hugo, consideraram a Grand Place como a mais bela praça do mundo. Desde 1998 é Patrimônio Mundial da Humanidades pela Unesco.


Vista da Grand Place
   

Coisas que acontecem em uma cidade linda e que não entendo... Pode-se fazer xixi na rua com a placa indicando.

Placa indicando onde fazer xixi
   

02/01/2010 Bruxelas

Atomium
O Atomium foi construído em 1958 em Bruxelas para a importante Exposição Internacional daquele ano, a primeira grande exposição mundial depois da Segunda Grande Guerra. É interessante lembrar que a outra grande feira mundial em Paris, que se deu antes desta, foi em 1889, quando construíram a Torre Eiffel. Com 103 metros de altura, o Atomium, como o nome sugere, representa um átomo de ferro, ampliado 165 bilhões de vezes, com tubos que ligam as 9 partes formando 8 vértices. As esferas de ferro com cerca de 18 metros de diâmetro estão ligadas por tubos com escadas no seu interior com um comprimento de cerca de 35 metros. As janelas instaladas na esfera do topo oferecem aos visitantes uma vista panorâmica da cidade. Outras esferas têm exposições sobre os anos 50. As três esferas, às quais só se tem acesso por tubos verticais, estão fechadas ao público por razões de segurança.


   Atomium

  
 Atomium
  


Vista da cidade do Atomium
   

Próxima semana... Holanda.


2 comentários:

ARicardo Barbieri disse...

Olá eu e minha esposa estamos querendo fazer alguns trechos de carro pela Europa. Em abril 2013 a cidade Bruxelas está em nosso roteiro.

Queremos mais dicas

Ricardo Barbieri

ricardobarbieri79@gmail.com

Abraço

Clederson Fernandes disse...

Fui para Bruxelas em 2011 e gostei muito de lá. Estou louco para voltar na Bélgica. Parabéns pelo artigo.

Viagem e Viagem
http://viagemeviagem.com.br/